domingo, 31 de outubro de 2010

TERRA ADORADA ÉS TU, PÁTRIA AMADA BRASIL

Poema:
Joaquim Osório Duque Estrada

Música:
Francisco Manoel da Silva

I
Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heróico o brado retumbante,
E o sol da liberdade, em raios fúlgidos,
Brilhou no céu da pátria nesse instante.

Se o penhor dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte,
Em teu seio, ó liberdade,
Desafia o nosso peito a própria morte!

Ó pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!

Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido,
A imagem do cruzeiro resplandece.

Gigante pela própria natureza,
És belo, és forte, impávido colosso,
E o teu futuro espelha essa grandeza.

Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!

II

Deitado eternamente em berço esplêndido,
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
Fulguras, ó Brasil, florão da América,
Iluminado ao sol do novo mundo!

Do que a terra mais garrida
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores;
"Nossos bosques têm mais vida",
"Nossa vida" no teu seio "mais amores".

Ó pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!

Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado,
E diga o verde-louro dessa flâmula
- Paz no futuro e glória no passado.

Mas, se ergues da justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, a própria morte.

Terra adorada
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó pátria amada!

Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!
DEUS ABENÇOE A AMÉRICA

4 comentários:

R. R. Barcellos disse...

- As margens plácidas do Ipiranga ouviram o brado retumbante de um povo heróico...
- As margens do Ipiranga já não são plácidas, e o brado retumbante se transformou em sussurros de revolta. Mas, bem ou mal, o povo continua heróico nessa luta desigual.

Regina Laura disse...

Lindo hino!!
Falando da forma mais imparcial possível, não por ser brasileira, considero um dos hinos mais bonitos que existem.
Em termos de melodia, pra mim só fica atrás do hino à bandeira, que considero uma perfeição.
É pena que seja tão pouco respeitado e valorizado... mas não vamos entrar em assuntos desagradáveis, que hoje decididamente não to no clima..rsrs
Beijo grande querido!!

Milene disse...

A parte que mais gosto é: "...dos filhos deste solo és mãe gentil, Pátria amada, Brasil"... Por que eu sabia que era hora de sair da fila e parar de pagar mico.

É bacaninha mesmo o hino, me emociono com ele, mas só às vezes.

E esse luto? Mas macaco, tu acha que haveria vencedor fosse quem fosse o presidente hoje? A gente tava lascado de qualquer jeito. Então relaxa e pelo menos torce pro negócio não ser tão cavernoso.

Beijos... sem sigla porque sou boazinha.

Xipan Zéca disse...

Amigos, Barcellos, Laura e Milene

Independentemente de vencedores seremos sempre os perdedores nesse jogo....
O luto realmente não é pelo fato de quem ganhou ou perdeu.... É apenas uma maneira de protesto Símio Macaquêis demonstrando que nada esta onde deveria estar e sim onde "mandam" colocar.
Cito outro hino... "Liberdade, liberdade... Abre as asas sobre nós"
Um Macavtpcs
Tatto

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...