segunda-feira, 23 de abril de 2012

VERNACULIDADES DE UM POVO !

"SUA EXCELÊNCIA, A SENHORA PRESIDENTA"
RECEBIDO POR E-MAIL :- NÃO RESISTI, POSTEI.

Diário Oficial da União adotou o vocábulo presidenta nos atos e despachos iniciais do Presidente/a.

As feministas do governo gostam de presidenta e as conservadoras (maioria) preferem presidente, já adotado por jornais, revistas e emissoras de rádio e televisão, afinal os veículos de comunicação tem a ética de escrever e falar certo.

* * * * * * * * * * * * * * * * * *

Na verdade, a ordem partiu diretamente do/a Presidente/a: ela quer ser chamada de Presidenta. E ponto final.

Por oportuno, vou dar conhecimento a vocês de um texto sobre este assunto e que foi enviado pelo leitor Hélio Fontes, de Santa Catarina, intitulado “Olha a Vernácula"

Vejam:

No português existem os particípios ativos como derivativos verbais. Por exemplo: o particípio ativo do verbo atacar é atacante, de pedir é pedinte, o de cantar é cantante, o de existir é existente, o de
mendigar é mendicante.

Qual é o particípio ativo do verbo ser? O particípio ativo do verbo ser é ente. Aquele que é: o ente. Aquele que tem entidade.

Assim, quando queremos designar alguém com capacidade para exercer a ação que expressa um verbo, há que se adicionarem à raiz verbal os
sufixos ante, ente ou inte. Portanto, à pessoa que preside é PRESIDENTE, e não "presidenta", independentemente do sexo que tenha.

Se diz capela ardente, e não capela "ardenta"; se diz a estudante, e não "estudanta"; se diz a adolescente, e não "adolescenta"; se diz a paciente, e não "pacienta".

Um bom exemplo seria:

"A candidata a presidenta se comporta como uma adolescenta pouco pacienta que imagina ter virado eleganta para tentar ser nomeada representanta. Esperamos vê-la algum dia sorridenta numa capela ardenta, pois esta dirigenta política, dentre tantas outras suas atitudes barbarizantas, não tem o direito de violentar o pobre português, só para ficar contenta."


Deussssssssssssssssssssskiajude
Tatto

18 comentários:

✿ chica disse...

Te ler me faz bem sempre.Saio leve, sorriDENTA até,srrs abração,chica e linda semana!

Milene Lima disse...

Assim sendo, eu que sou assistente, devo me chamar assistenta? Obrigada por me esclarecer.

Quanto à Presidente ou enta, é melhor ela trabalhar direito pra não ser chamada de indecente ou indecenta.

Beijo, Tatto!

Milton Kennedy disse...

Saudações amigo virtual Xipan Zeca,
iiih este caso é polêmico, rsrsrs
segundo o site www.portuguesnarede.com existe uma Lei federal nº 2.749, de 1956, que diz que o emprego oficial de nome designativo de cargo público deve, quanto ao gênero, se ajustar ao sexo do funcionário. O site lembra ainda que o vocábulo "presidenta” já aparecia em 1899 no dicionário de Cândido Figueiredo.

O mesmo acontece com “primeira-ministra”.

Particularmente prefiro usar “o presidente”, para homens, e “a presidente” para mulheres. O importante mesmo é como diz a colega Milene: governar direito! rsrsrsrs

Milla Pereira disse...

Meu Santo Padim Padi Ciço, me socorre! Dorei a nova cara da Presidenta, kkkkkkkk... Abrs.

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Caraca! Melhor impossível! Só para lembra ao querido Milton Kennedy que as citações jurídicas são verdadeiras o q corrobora ainda mais a ignorância reinante nesta terra tupiniquim ... Uma Lei não pode mudar o vernáculo e ao q me consta o acordo de reforma ortográfica recentemente celebrado com os países de língua portuguesa a questão não foi tratada portanto não alterada ... Presidente minha cara "presidenta"!

Se bem q, pelo q tenho visto dela e agora com esta nova foto oficial ela não deve ser nem ENTE nem ENTA ... fica melhor de ANTA!

AVACAGÁ!!!

Denise disse...

Teu post e os comentários dos amigos são brilhantes, engraçados e esclarecedores....rs

Adorei a recomendação da MI...e acho que competente fica bem com presidente...outra dupla boa é presidente coerente...e ainda presidente consciente...mas que não se julgue nunca, onipresente...ou pior, onipotente...

Beijo Tatto...boa semana!

R. R. Barcellos disse...

Reservem pra ela uma cadeira na ABL, por favor... e avisem o presidento de lá.
Abraços.

otilia cristina disse...

ASSIM SENDO ..DEPOIS DE TANTA EXPLICAÇÕES E TANTO DISQUIMIDISSE O QUE ELA DEVERIA SE PREOCUPAR A TAL PRESIDENTA ..QUE RIMA COM ANTA NÃO SE PREOCUPA ..
PODERIA SE PREOCUPAR COM A SAÚDE ..COM A EDUCAÇÃO E COMO CHAMAR OU NÃO CADA UM QUE CHAMASSE COMO BEM QUIZESSE ..
E UM AVACAGA PRESIDENCIAL PRA ELA DOS BEM GRANDES .
BJS
TILINHA M.
TIEME
TILINHA MAIUSCULINHA ...

SANDRA disse...

O texto e os comentários estão maravilhosos!
Se bem que Ela é quem manda....e mesmo que estejamos totalmente contra Ela é sim a nossa PRESIDENTA....kkkkk
Quer o dicionário esteja certo, ou, errado!kkkkk

Fiz um post lá no blog hoje e fiz um link para teu post do Imposto de Renda!

Beijinhosssssssssssssssssss

Nice Bacchini disse...

Texto polêmico. Sempre soube que poderia ser das duas formas: a presidente ou presidenta..
Abaixo texto do professor PASQUALE CIPRO NETO tirando dúvida.
"Que têm em comum palavras como “pedinte”, “agente”, “fluente”, “gerente”, “caminhante”, “dirigente” etc.? Não é difícil, é? O ponto em comum é a terminação “-nte”, de origem latina. Essa terminação ocorre no particípio presente de verbos portugueses, italianos, espanhóis…
Termos como “presidente”, “dirigente”, “gerente”, entre inúmeros outros, são iguaizinhos nas três línguas, que, é sempre bom lembrar, nasceram do mesmo ventre. E que noção indica a terminação “-nte”? A de “agente”: gerente é quem gere, presidente é quem preside, dirigente é quem dirige e assim por diante.
Normalmente essas palavras têm forma fixa, isto é, são iguais para o masculino e para o feminino; o que muda é o artigo (o/a gerente, o/a dirigente, o/a pagante, o/a pedinte). Em alguns (raros) casos, o uso fixa como alternativas as formas exclusivamente femininas, em que o “e” final dá lugar a um “a”. Um desses casos é o de “parenta”, forma exclusivamente feminina e não obrigatória (pode-se dizer “minha parente” ou “minha parenta”, por exemplo). Outro desses casos é justamente o de “presidenta”: pode-se dizer “a presidente” ou “a presidenta”.
Se ela disser que quer ser chamada de “presidenta”, que seja feita a sua vontade -por que não?"

Ou seja se for para puxar o saco... Presidenta.. se for para deixá-la com raiva ... Presidente..
Das duas formas estão corretas...
Rsrsr..
Agora está tudo ok!! Tem aparecido suas postagens para mim.. bjsss

William Oliveira disse...

Xipan.. Ente ou Enta? Na verdade é ANTA!

Que vê um pior modo de feminilizar o português, eu que sou catedrático de dentaturas!:

Mas vamas lá não ã?
Tuda agora deva sera na feminina.. issa tá me danda tontura...
Nãa seia sea va eua aguenta escreva assa!

Viva as melhoras feministas!
HAUHAUHAUHAUh ( Que maldade a minha! )

William Oliveira disse...

Ahhh esqueci de dizer que AMEI a Xipilma! srrsrsrs

ELAINE disse...

Com tantos problemas e uma imagem que já não é das melhores, será que a Sra. PresidentA espera adicionar mais este adjetivo e coroar totalmente uma imagem e atitude inesquecíveis!? DeussssssssKiAjude! E aí, como está o amigo? Tudo bem? Passando pra desejar uma excelente 3ªF! Abraço!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

William Oliveira disse...

Amigo! Xipan!!!!!!!!!!!
Não sabia que vc era pintorA de quadros!

https://www.google.com.br/search?q=Xi+pan+pintor&um=1&ie=UTF-8&hl=pt-BR&tbm=isch&source=og&sa=N&tab=wi&ei=p2GYT_nTJJGC8ATlqLWcBg&biw=1280&bih=709&sei=r2GYT9yENMix6QH6qM3NBg#um=1&hl=pt-BR&tbm=isch&sa=1&q=Xi+Pan+&oq=Xi+Pan+&aq=f&aqi=&aql=&gs_nf=1&gs_l=img.3...982.5155.0.5729.8.8.0.0.0.0.0.0..0.0.BAyOb1W7Je8&pbx=1&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_cp.r_qf.,cf.osb&fp=b61e7c49b04f6eb7&biw=1280&bih=709

rsrsrsrsrrsrsrsrrsrs

Mr. Piada Pronta disse...

Por essas aí vou chamar minhas colegas de trabalho de "representantas" tirando umas para chamá-las de "antas" rsrsrs, no caso da Dilma concordo com o willian nem ente nem enta, mas sim "Anta" rsrsrs

Yasmine Lemos disse...

Saudades Tatoo!!!
que coisa mais brega né? PRESIDENTA eu hein?!

beijão

Leonel disse...

Eu também recebi este texto, e concordo inteiramente...
Mas, contra a ignorância e a boçalidade não tem argumento!
A presidenta não deve ter sido boa estudanta, pois se dedicou mais a ser millitanta, e sair atrás de cofres cheios de grana!
E agora, tá poderosa, e pode assassinar o pobre do português do jeito que quiser!
E nós temos que relaxar e gozar, como já dizia aquela outra amiga dela!
Valeu, Tatto!

Celêdian Assis disse...

Olá, Tatto, cá estou eu de novo,vim matar saudades do seu broguis e docê também uai.
Me chamem de conservadora, de briguENTA, pirracENTA, birrENTA, mas nem sob pressão eu engulo a tal vernaculidade presidENTA...rsrsr...é ridículo e estou ciENTE que no português corrENTE, o certo é presidENTE e meus olhos e ouvidos são exigENTES.
Adorei o texto.
Beijo procê, viu Xipanzinho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...