sábado, 10 de março de 2012

O CAÇADOR DE RONHAS...

A dar com pau ?

Xipinha era uma macaquinha donzela daquelas de fazer qualquer desavisado errar o cipó ou pisar em galho seco, de tão bonita, charmosa e atributiva de belas formas... No popular, “uma ninfeta gostosona”.
Na floresta toda não havia se quer um só macaco,  e olha que aqui tem macaco “a dar com pau”, que não botasse os bofes pra fora só de vê-la quase que num slow motion, suavemente saltando de galho em galho e deixando no ar um rastro de feromônio que hipnotizava a macacada... Era uma formosura só !
Tinha nessa floresta o tal Xipan Zeca, um exímio e corajoso caçador de ronhas, era garboso e galanteador, o macaco mais “bico doce” das redondezas... De um porte invejável daqueles que fazem acelerar os coraçõeszinhos mais desavisados... Que vivia xavecando a Xipinha pra ir procurar “ninhos de curujinha” e “catar gabirobas” atrás das moitas.
Dada a insistência das freqüentes investidas do Xipan, que em uma dessas onde só a vida prepara... Foi que a Xipinha finalmente aceitou e concordou em ajudá-lo a “afogar o gansinho”, mas com uma condição!
A macaquinha com toda sua pureza, só iria ver como é que “a engolidora de fogo apagava a tocha”, se o macaco a ensinasse direitinho a ela como é que se fazia essa tal coisa, essa magia do misterioso acontecimento denominado ( sexo ).
Ah! Que surpresa agradável e estimulante essa, um “SIM”, que massageia o ego,  desempena e afrouxa tendões rijos, fazendo suar as palmas da mão e arrepiar a espinha num faniquito desorientado que sobe e desce.
Moita arrumada, ânimos agitados, momento oportuno, então ambos adentram sorrateiramente por de trás da choça no empenho de praticar com destreza o papel de aluna e professor ( não exatamente nessa mesma colocação ).
Inicia então o ritual:-
- Aí Xipan... Cumé meRmo isso de fazê sécho ?
- É simpres Xipinha! E é bão dimais da conta...
- Mái cumé quêu fazô? Mi ixprica!!!
- Premero ocê alevanta a saia…
- Ansim ? – priguntou a Xipinha, exibindo uma linda e rendada calcinha branca e rosa, que se afufanhava deliciosamente num voluptuoso par de bandas.
- Hummmmmm! Isso meRmo Xipinha! desse jeito meRRRRmo!
- I agora?
- Agora! Tu abaixa essa magavilha de carcinha... Disse o Xipan quase explodindo.
- Anssim Xipan ? E agora ? – Baixando-as até quase o tornozelo!!!
- Hummmmmm!?#? Opss!!
- Quéquifoi ?
- Ag-o-ra tu agacha len-ta-men-te, arrêia os gonócios aí e faz o numbero um e o dois e pede pra EU correr buscar o rolo de papé higênuo....
- Ãh!? Num tendi ?... pusquê papé higênuo ?
- Vai !!!  Avacagá mêu... Pede logo... PelamordeDeus... Que seu pai ta mi oiando da janela com uma espirgarda engatilhada na mão... E tá mirando pra mim!! Pede o papé logo, vamu... DeussssssssssssZulivre... Buááááá...

UMA CRÔNICA HISTORIADA E BASEADA EM FETOS VENÉREOS - MACÚPITUMIRIM 2012
NUNCA SE ESQUEÇA QUE ( SEMPRE ) ALGUÉM É ALGUMA COISA DE ALGUÉM E PONTO.
UM BOM CAÇADOR DE RONHAS NÃO DIZ SE PEGOU-AS OU NÃO... NUNCA!

28 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk .... genial ... acho q a melhor de todas sem dúvida ... mijado aqui de tanto rir ...

roubei com créditos é claro... pode né? rs

✿ chica disse...

Mas que coisa legal,rsrs Tu [és danadão mesmo.. Que safado e se saiu muiiiiiiiiiiiito bem dessa.

Escapou do tiro?

O pai inguliu essa?rsr abração,adorei! chica

Quando vejo XIPAN já sei que vou rir... Isso é bão dimáis...

Majoli disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
É bão por dimais da conta, ah isso é...mas ter que fazer o numbero um e o dois e pedir pra buscar o rolo de papé higênuo....ai foi fhodex....coitado do Xipan Zeca, sécho meRRRmo, neca de pitibirica.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Coideloco sô!!!

Beijos Tatto.

MA FERREIRA disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk eu não..ri.....eu gargalhei..
Muito bom mesmo!!

Bj

Carla Fernanda disse...

kkkkkkkkkkkkkk.... kakakakaka.... só assim eu ria esta noite ..... rsrsrsrs
Massa!

Beijo

AFRICA EM POESIA disse...

PRONTO... vim ...porque...
tive saudades

8 DE MARÇO


Dia da Mulher
Mulher que foi criança...
Mulher que foi menina...
E que rápidamente cresceu...
E quando cresceu...
Tornou-se mulher...
E aí o ser que é...
Mulher... Mulher...
Mulher... Mãe...
Mulher... Avó...
Mulher... Gente...
Porque ser Mulher...
É canalizar tudo...
Tudo e todos...
E tudo gira em seu redor
E quase sempre...
Julga-se insubstituível...
No trabalho... na organização...
Na estrutura do lar...
E a Mulher... esquece-se tantas vezes...
Que também é gente...
Que precisa de ser ela própria...
De viver...
De gostar de si...
E quando consegue...
Que isto aconteça...
Ela é verdadeiramente... Mulher!...

LILI LARANJO

otilia cristina disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK MACACO VÉIO NUM BOTA MÃO EM CUMBUCAAA ETA DITADO CERTO KKKKKKKKKKKK.....

MODEUZOOOOOO DO CÉU QUE EU FIQUEI VERMEIA (NEM SEI SE TEM JEITO DE FICAR PELA MINHA COR ) KKK MAS EU FIQUEI SIM ACHANDO QUE IA VE BESTEIRA E O PAI DA MACAQUINHA SALVOU A PATRIA ...AGORA ME CONTA UMA COISA XIPAN ??W]SE O PAI DELA ESTAVA NA JANELA MODE OBSERVANDO OCE A CHITA COM CERTEZA TAVA NA PORTA COM A NAVIA ESPERANO OCE NUM É MERMO???
CUIDADO MACACO QUE AS COISAS DEPOIS DE PERDIDAS NUNCA MAIS SÃO ACHADAS

ADOREIIIIIIIIIIII

SAUDADES XIPAN ZECA E TATTO

TILINHA M

BEIJOS BEIJOS BEIJOS





PS....TA CAINDO PARAQUEDA NO BROGUINHO?????????????????????W

R. R. Barcellos disse...

Anticlímax antipático prum antropóide simpático...

Abraços.

Simone MartinS2 disse...

KKKKKKKKKK
To rindo por demais!
Mas e o pai dela acreeditou ou não?
Mas com certeza o Xipam se deu bem
em outra dia nao e mesmo? kkkkkkkkkkkk

Van disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Melou tudo, ou melhor não melou foi nada.

Xipan, seus contos são uma beleza, pode contar mais história, adorei esta kkkkk

"errar o cipó ou pisar em galho seco" me matou de rir.

Desculpe a ausência querido, eu estava viajando.

Beijinho

Leonel disse...

Macaco novo sempre mete a mão em cumbuca...
Acho que é mesmo história venérea...
E deve ter tido mais coisas que você não vai nos contar...
Abração, amigo véio!

Milene Lima disse...

PelamordeDeus! Se não é o pai dessa macaca metida à inocente, eu teria lido uma história privê! Assim não dá, macaco! Você tem que me avisar quando por aqui tiverem histórias assim, proibidas para mentes ingênuas feito a minha.

Beijo-te!

Yasmine Lemos disse...

kkkkkkkkkkkkk Xipanzinho vc é um brasileiro NÃO DISISTE NUNCA!
beijo tatoo querido
uma semana de muita paz (sem moita)

Nice Bacchini disse...

rsrsrsr...
Uma dica na falta do papel higiênico pode-se usar folha de bananeira.
Como sempre aprontando!
Ri por demais da conta.. kkkkk
bjss

Magia da Inês disse...

KKKKKKKKKKKKKKK
kkkkkkkkkkkkkk
kkkkk
kkk
k
Estou com dor de barriga e lágrimas nos olhos de tanto rir.
Boa noite!
Beijinhos.
Minas.

✿✿
♪º° ✿

Regina Rozenbaum disse...

kkkkkkkk como posso ficar sem suas histórias e essa magia que só vc, Peludim amaaaado, tem de me fazer rir???? Rê_aparecendo devagar e lentamente,mas as sôdades...aceleradas!
Beijuuss nos pelos

Yasmine Lemos disse...

Vc some,escondido em algum galho é????
um domingo lindo pra vc meu amigo
beijo

Milton Kennedy disse...

Saudações Xipan Zeca, parabéns pelo Dia do Blogueiro celebrado neste 20 de março. Tudo de bom nesta data, que também é o Dia dos Contadores de Histórias.
Abraços e paz!

Jardim das poesias infantis/Magia em versos disse...

kkkkkkkk!
quanta criatividade!
eita macaco sapeca.
abração

Wolber Campos disse...

Hahaahaha!

Grande Tatto!! Rapaz, você não deu sorte, hein?! Quando eu achei que, de repente, a xipinha seria um macaco, e vi que não, era uma macaquinha da hora, ainda foi pego com a boca na botija.

Ou antes de por a boca nela... rs

Um grande abraço, meu amigo!!!

Milla Pereira disse...

Kkkkkkkkkkk.... Ki doidêra, sô. Me mijei de dar risada. Eita, macaco safado. Bjs. de saudade.

ELAINE disse...

Meu amigo! Adorei! Me matei rindo! Coitadinho do Xipan.... Não foi dessa vez! Que susto, hein, rsrsrs! Maravilhosamente bem escrito! Abraço fraterno, saudoso e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

Regina Rozenbaum disse...

Que eu saiba não mandei nem uma gotinha do meu chá de sumiço procê!!!
Rê_apareça já!
Beijuuss, sôdades, nos pelos

{princess kitty}龍戦士 disse...

Oi Macaquito!!!

Hahaha! Bela crônica :P

Miaubeijos com carinho e saudades dos teus posts =^.^=

otilia cristina disse...

PRESTENÇÃOOOOOOOOOOO


FAZ DUAS SEMANAS QUE VOCE NÃO VEM AQUI ISCRIVINHAR ESSAS BOBIÇAS QUE EU GOSTOOOO TANTO VORTA LOGO MACAQUITO SAI LOGO DETRAS DESSE MATO COM ESSA MACACA QUE NUM É SO DEUS QUE MATA NAUMMMMMMMMMMM
BJ
TILINHA M

William Oliveira disse...

Oh Bico Doce! Saudade de você!

Cuidado que mato tem zóio e parede tem zovido!


Abraço Xipan!

Van disse...

Oi Xipan, sumiu demais!

Boa Páscoa, macacaquinho!

Beijo

Graça disse...

Meu querido amigo!

Feliz e Santa Páscoa pra você e sua família!
Tô com grande saudade de ti!
Adorei essa tua história com final "infiliz"...kkkkkkk
Uma crônica muito bem escrita!

Um beijo enorme pra ti, Xipan.
S
A
U
D
A
D
E
.
.
.
SNIF......

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...